FAÇA PARTE DA MINHA LISTA VIP DE E-MAILS   

Blog: Como escolher o layout certo

No artigo anterior, falamos sobre como escolher um nicho de mercado, hoje vamos falar um pouco sobre usabilidade e principalmente em como escolher o layout certo para o seu projeto.



Usabilidade: Você precisa entender isso


Quando falamos de usabilidade sabemos que:
"Usabilidade é um termo usado para definir a facilidade com que as pessoas podem empregar uma ferramenta ou objeto a fim de realizar uma tarefa específica e importante. A usabilidade pode também se referir aos métodos de mensuração da usabilidade e ao estudo dos princípios por trás da eficiência percebida de um objeto."
Se o texto acima não te ajudou a entender o que é usabilidade, o importante é que você tenha em mente que usabilidade é o mesmo que facilitar a vida do leitor ao máximo. Ou seja, facilitar a visita e a forma como o visitante encontra o seu conteúdo e consegue mais e mais informação sobre ele.

A aparência É importante


Na maioria dos grandes blogs se vê textos dizendo que o conteúdo é rei e que devemos dar prioridade para produzir um conteúdo de extrema qualidade. É verdade! O problema é que dão a entender que só o conteúdo basta, e isso não é verdade!

Claro que é muito mais fácil (para não dizer possível) chegar a algum lugar com um conteúdo excelente e uma embalagem ruim, que com uma embalagem maravilhosa e um conteúdo horrível. Porém, são raros os casos em que o conteúdo apenas é suficiente.

A concorrência hoje em dia é muito maior e a tendência é só aumentar. Logo, existem vários blogs produzindo conteúdo de qualidade. E para se destacar você precisa, além de produzir um conteúdo de extrema qualidade, ter um layout, uma embalagem que agrade o leitor a primeira vista. Já que o leitor só vai conseguir perceber a qualidade do seu conteúdo se primeiro ele for "convidado a entrar" através de um layout bem feito.

O layout do seu blog deve ser atrativo e ao mesmo tempo facilitar as ações que você deseja que o leitor tome. Tais como:


  • Ler o maior número de artigos possível
  • Deixar um ou mais comentários
  • Assinar os Feeds (RSS)
  • Curtir a página do blog no Facebook
  • Comprar um produto ou serviço
  • Comprar espaço publicitário

São muitas as opções e você pode e deve focar em mais de uma!


Simples e fácil


Um layout para um blog que pretende se tornar profissional tem que ser acima de tudo simples e fácil de usar. O leitor não pode se sentir perdido na primeira visita. Se isso acontecer, a chance de que ele saia e não volte mais é muito grande.

Grátis ou não?


Existem os dois lados da moeda e apesar de também trabalhar com o desenvolvimento de layouts para blogs, não posso ser desonesto dizendo que esse é o único caminho.

Contratar um profissional para desenvolver o seu layout é sem dúvida alguma uma forma de evitar erros e ganhar tempo, saindo na frente da concorrência. Porém, muita gente não tem dinheiro ou mesmo está interessada em fazer um investimento desse porte logo de cara (com o tempo, a medida que o blog for se tornando cada vez mais profissional, é recomendável, sem dúvida). Por isso, existem os layouts gratuitos e que podem, com um pouco de comprometimento e vontade de aprender, ser editados para que se encaixem ao projeto.

Como escolher o layout certo


Primeiro e antes de mais nada, estou usando a palavra layout aqui para ficar mais fácil ok? (acho melhor que ficar dizer template / tema o tempo todo) Dito isso, você precisa entender que independente se você escolhe um layout gratuito ou contrata um profissional para fazer o trabalho por você, existem alguns pontos que você deve levar em conta:

Já vi isso em algum lugar

Pago ou gratuito, você tem que ter muita atenção para que o layout do seu blog não fique igual ao de outros blogs. Seu layout precisa ser o mais exclusivo possível. Isso ajuda a fixar uma imagem na cabeça do leitor, além de demostrar um cuidado de sua parte com relação ao blog.

Navegar é preciso

Antes de sair por aí fazendo propagando do seu layout, você pode e deve testá-lo no maior número de navegadores possível. Se não conseguir em todos, ao menos tente ver como está o layout nos principais, os mais usados (Explorer, Firefox, Chrome, Opera). Se o seu layout estiver ok nos principais navegadores, você pode ficar tranquilo, mas… se notar que o layout está "torto" ou que faltam elementos, aparecendo ou não, de forma diferente em um navegador e no outro, é sinal de alerta. Dependendo do que for, até pode deixar passar, mas na maioria das vezes a melhor opção e trocar o layout (principalmente no caso de layouts gratuitos, fica mais fácil encontrar outro que tentar corrigir os problemas).

Títulos e texto

Outro ponto muito importante são os títulos e o texto (formato) do seu blog. Já que hoje em dia existe uma tendência forte para títulos grandes e chamativos, contrastando com texto menor e sem exageros. Portanto, opte por seguir a tendência e não invente nada. Nesse caso, seguir a maioria é a melhor coisa que você pode fazer. O que importa mesmo é que, tanto os títulos, quanto o texto, sejam fáceis de ler e de entender!

Espaços bem definidos

Na escolha de um layout, um ponto que deve pesar muito são os espaços que existem nele. Cabeçalho, barra lateral, rodapé, área do artigo e dos comentários e espaços publicitários. Tudo deve ser bem definido e fazer com que o leitor não tenha dificuldades em reconhecer do que se trata cada um deles. Podendo ou não fazer uso de um ou do outro.

Cores que fazem sentido

Escolher uma palheta de cores que faça sentido, apesar de parecer, não é uma tarefa fácil. Na verdade, é mais complicado do que parece e por isso merece sua atenção. Procure ler um pouco sobre a teoria das cores e pesquise por palhetas de cores. Além de buscar por informações sobre quais cores são mais usadas no nicho que você escolheu. A ideia é continuar facilitando a vida do leitor. E as cores fazem parte disso. 

Evite usar cores muito fortes ou fundo preto. Use a mesma cor para o texto do artigo e da barra lateral e procure usar cores contrastantes para os links com relação ao texto. As cores devem "fazer sentido" aos olhos do leitor. Ajude o leitor a te ajudar.

Levando em conta esses cinco pontos, você já tem total capacidade de escolher um layout que vá agregar valor ao seu blog e ajudá-lo a crescer.

Um blog para ganhar dinheiro


Ainda vamos falar sobre como monetizar um blog de forma eficiente por aqui. Por hora, já que estamos escolhendo o nosso layout, vamos pensar um pouco sobre como escolher um layout pensando também em ganhar dinheiro com o nosso blog.

Se dedicar a um blog é uma atividade que, quanto mais você se dedica, mais tempo e energia são necessários para mantê-la. Então, se você quer realmente ser blogueiro, precisa pensar em como ganhar dinheiro com o seu blog, nem que seja para pagar os eventuais gastos que você vai ter com ele (domínio, hospedagem, publicidade…), além de poder desfrutar de um dinheiro extra, por que não?

No caso de um layout para ganhar dinheiro, o que pesa muito são os espaços para publicidade. Você precisa ter espaços reservados para exibir publicidade de forma efetiva. Ou seja, exibir publicidade antes da dobra (cabeçalho e barra lateral) e em locais estratégicos, como abaixo do título do artigo, ao final do artigo e no rodapé do blog.

Se você quer ganhar dinheiro com o seu blog, defina antes quais os formatos e tipos de publicidade que você vai usar, para só depois partir para a escolha final do seu layout!


Considerações finais


Se você conseguir encontrar um profissional que faça ou um layout gratuito com as características mencionadas acima, já está com meio caminho andado rumo ao sucesso com o seu blog.

Agora, se mesmo depois de procurar bastante, você ainda sente que falta alguma coisa, não se preocupe. Ainda vamos falar sobre como melhorar o seu blog cada vez mais e como conseguir seguir em frente e fazer sucesso como blogueiro. Por hora, siga as dicas acima que você já vai estar no caminho certo!

Um abraço e até o próximo artigo!
Tico Esteves

BAIXE SEU LIVRO GRÁTIS!

Publicado por Tico Esteves

Apaixonado pela vida e a família. Um Empreendedor Digital buscando ajudar as pessoas e devolver ao mundo tudo de bom que recebe. Além de ser um defensor ferrenho da lei da reciprocidade.

Saiba mais clicando aqui.

0 comentários:

Postar um comentário